Seus investimentos Suas finanças

Taxa Selic sobe de 5,25% para 6,25% ao ano; saiba como isso afeta você

Banco Central elevou valor Taxa Selic pela quinta vez em 2021 para tentar controlar a inflação. Saiba como essa taxa afeta o seu dinheiro

A Taxa Selic subiu de 5,25% ao ano para 6,25% ao ano. Quem determinou foi o Comitê de Política Monetário do Banco Central (Copom), que anunciou a mudança na noite do dia 22 de setembro, depois de dois dias de reunião.   

O aumento era esperado por causa da inflação alta, que afeta diretamente essa taxa. Ou seja, é possível que ela suba ainda mais até o fim de 2021.

Taxa Selic aumentou cinco vezes em 2021  

Esta foi a quinta elevação da taxa básica de juros em 2021. A primeira ocorreu em março, quando a Selic passou de 2% para 2,75%.   

Em maio, a taxa passou para 3,5% e, em junho, para 4,25%. O quarto aumento foi em agosto, quando ela atingiu 5,25%. Naquele mês, o Copom sinalizou que poderia aumentar o valor em até um ponto percentual em setembro.   

O que é a Taxa Selic  

Antes de mais nada, é bom você saber que número é esse. A Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira, que serve de referência para o mercado financeiro definir outras taxas. É o caso dos juros que você paga em empréstimos e financiamentos, por exemplo.  

O valor é atualizado a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom). Esse grupo se reúne para decidir se ela irá aumentar, diminuir ou ficar igual.  

Para tomar essa decisão, o Copom leva em consideração vários indicadores financeiros. Além disso, observa a situação econômica do país para avaliar se há necessidade ou não de mexer na taxa de juros.  

Por que a Selic aumentou  

A Selic tem relação direta com a inflação. Isso porque, quando os juros estão muito baixos, o dinheiro circula mais, o que contribui com a inflação. O contrário também acontece: com juros mais altos, o número de empréstimos e financiamentos cai.  

Por isso, o governo geralmente aumenta a Taxa Selic para frear a inflação. Mas, além de servir para isso, a mudança também tem impacto sobre o retorno dos investimentos. Aliás, nós explicamos como a taxa básica de juros afeta os títulos de renda fixa aqui no blog. Para saber mais, é só clicar neste link.   

O que significa o aumento da taxa básica de juros na prática?  

Agora você já sabe que o governo usa a Selic para controlar a inflação, mas de que outras formas a variação dela afeta o seu dinheiro? Veja algumas: 

Quando a Taxa Selic aumenta  

  • Os preços dos produtos caem ou ficam estáveis. Isso tem a ver com o controle da inflação.  
  • Os juros de empréstimos e financiamentos sobem.  
  • Títulos de investimento que usam essa taxa ou a DI como base ficam mais lucrativos.  

Quando a Taxa Selic diminui  

  • É mais barato pedir empréstimo ou fazer um financiamento, já que os bancos tendem a reduzir as taxas de juros.  
  • Com mais dinheiro circulando, a inflação tende a subir.  
  • Títulos que usam essa taxa como base ficam menos atrativos. 
%d blogueiros gostam disto: