Sua carreira

Estágio tem limite de idade? Dá direito a férias? Tire suas dúvidas  

Tem dúvidas sobre estágio? Veja as respostas para as perguntas mais comuns de quem está buscando uma oportunidade de estagiar

Quase todo mundo que cursa graduação vai ter que passar por um estágio. Isso porque, além de servir para colocar em prática o que aprendeu na sala de aula, muitas faculdades consideram essa atividade obrigatória para você pegar o diploma.  

E é na hora de buscar a primeira oportunidade que surgem mais dúvidas sobre como isso funciona. Afinal, estágio tem limite de idade? Será que estagiário tira férias? E trabalha no fim de semana?  

A gente sabe que essa é uma fase com muita novidade e, por isso, resolveu adiantar para você as respostas para algumas questões que podem surgir. Isso é para você focar no que importa: buscar uma vaga de estágio que tenha a ver com aquilo que você quer pro seu futuro.  

Para ficar por dentro de tudo o que importa sobre esse assunto, é só seguir nesse texto.  

Estágio tem limite de idade? 

Para começar a estagiar, tem uma idade mínima. Segundo a lei que regulamenta o estágio no Brasil, estudantes podem começar a partir dos 16 anos. Isso desde que tenham documento de identidade e CFP, e estejam frequentando regularmente as aulas, seja do Ensino Fundamental, Médio ou Superior.   

Por outro lado, não tem uma idade máxima para estagiar. Embora seja comum que essa atividade ocorra mais cedo, pessoas que entram na faculdade depois dos 30 anos, por exemplo, ou decidem trocar de carreira, também podem ter de passar por um estágio. E isso está se tornando cada vez mais comum.  

Já o programa Jovem Aprendiz, que é voltado para estudantes dos ensinos Fundamental e Médio, é mais restrito. Para participar, é preciso ter entre 14 e 24 anos incompletos. 

Qual é a carga horária do estágio? 

Quando o assunto é quantas horas você pode estagiar, há duas opções. De acordo com a Lei do Estágio, basicamente, a carga horária de um estágio deve ser compatível com as atividades escolares e tem que respeitar os seguintes limites: 

  • Quatro horas diárias e 20 horas semanais, para estudantes de educação especial e dos anos finais do Ensino Fundamental, na modalidade profissional de Educação de Jovens e Adultos; 
  • Seis horas diárias e 30 horas semanais, no caso de estudantes do Ensino Superior, da educação profissional de Nível Médio e do Ensino Médio regular. 

A exceção são cursos que alternam teoria e prática. Nesses casos, quando não houver aulas presenciais, a jornada pode ser de até 40 horas semanais, desde que isso esteja previsto no projeto pedagógico do curso e da instituição de ensino. 

Pode estagiar no fim de semana? 

Diferentemente da carga horária, a legislação não impõe restrições ao dia da semana em que ocorre o estágio. Ou seja, não há uma definição clara se a jornada do estagiário pode incluir sábado ou domingo.  

A única regra a ser seguida, então, é a carga horária estabelecida em lei. E, claro, o respeito à rotina escolar ou acadêmica do estagiário. Mas várias empresas têm regras internas que não permitem estágio aos domingos, por exemplo.

Estagiário tem direito a férias?  

Em primeiro lugar, é bom você saber: para a lei, estágio não é emprego. É considerado um ato escolar, portanto, o que o estagiário tira não é férias, mas um recesso remunerado.  

E a Lei do Estágio prevê, sim, esse direito. O estudante pode descansar por 30 dias  quando seu contrato tem duração igual ou superior a 12 meses.  

O ideal é que esse período seja o mesmo das férias escolares ou universitárias, para que possa aproveitar melhor. Mas isso não é obrigatório.   

Caso o contrato seja menor do que um ano, o estudante ganha o direito de tirar 2,5 dias a cada mês completo de estágio. Assim, quem estagiou seis meses, por exemplo, pode sair por 15 dias. A conta é assim: 

Número de meses completos x 2,5

6 x 2,5 = 15 

Ah, aqui tem outro ponto importante. O recesso só é remunerado quando a corporação já oferece uma bolsa-auxílio ou outra forma de contraprestação, nos casos de estágio não-obrigatório. Se o seu estágio não tem bolsa, o recesso também não é remunerado, ok? 

Programa de estágio do Agi busca estudantes de graduação 

Agi está em busca de talentos que queiram liderar as próprias carreiras e desenvolver a melhor versão de si mesmos. Por isso, criou um programa de estágio que vai selecionar 20 estudantes de graduação de diferentes áreas. As inscrições começam em 18 de outubro e vão até 3 de novembro.   

A ideia é que, depois de um ano, os selecionados participem de um hackathon, que é um evento para discutir ideias e colocar em prática o que aprenderam durante o estágio. E o melhor: quem tiver bom desempenho ao final desse ano vai garantir uma vaga efetiva no Agi. Não dá pra perder uma chance dessas, né? 

A gente explicou tudo sobre como vai funcionar o programa neste link. Já se você quiser se candidatar, é só acessar a página do programa, clicando aqui.  

%d blogueiros gostam disto: