Sua segurança

Black Friday 2021: sete dicas para fugir de ciladas 

Veja como se prevenir de fraudes, evitar dor de cabeça e aproveitar da melhor forma as ofertas da Black Friday 2021

A Black Friday 2021 está chegando, e para aproveitar essa data sem dor de cabeça, é preciso cuidado em dobro. Isso porque o período de ofertas também é quando aumentam as ciladas para quem compra pela internet.  

Mas, como saber que você não está entrando numa fria ao adquirir um produto? A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) tem uma lista de pontos que você deve prestar atenção para não ter problemas. Siga no texto que vamos falar sobre eles.   

O que é a Black Friday 

Primeiro, é bom você entender o que é Black Friday. No Brasil, é uma liquidação que ocorre no país inteiro uma vez por ano, sempre na última sexta-feira de novembro.  

Ela surgiu inspirada na queima de estoque que ocorre nos Estados Unidos no mesmo período. Daí vem a palavra friday, que é sexta-feira em inglês.  

Como evitar problemas na Black Friday 2021

A Black Friday 2021 pode ser uma ótima oportunidade de conseguir um produto mais barato. Mas, para isso, é importante prestar atenção em todos os detalhes antes de comprar.  

Isso porque o Procon recebe diversas reclamações de problemas nessa época. Entre os mais frequentes estão, por exemplo, a maquiagem de preço, que é quando os comerciantes elevam o valor dos itens na véspera da Black Friday para simular um desconto. 

Mas há outras situações que podem estragar a compra, como a não entrega de produtos. A seguir, vamos listar algumas dicas para você se prevenir delas. 

1. Pesquise e compare preços com antecedência 

Comece e a monitorar meses antes o preço do produto que você quer comprar. Compare o preço entre diferentes lojas virtuais e físicas. Alguns sites ajudam a fazer isso sem custo. Assim você vai saber se a oferta da Black Friday vale a pena ou é enganação. 

2. Fique de olho na reputação da loja 

Se possível, dê preferência a lojas que você já conhece e confia. Se ficar interessado em um produto de um site onde nunca comprou, pesquise sobre ele antes. A experiência de outros usuários pode ajudar você a decidir se vale a pena comprar na loja.  

3. Veja se o site é seguro 

Um jeito de descobrir se um site é seguro é clicar no cadeado que aparece no canto da barra de endereço ou no rodapé da tela. O endereço da loja virtual deve começar com https:// Além disso, o o site deve exibir o CNPJ da empresa ou o CPF da pessoa responsável, além de informar o endereço físico da loja ou o endereço eletrônico para contato. Também deve ter à disposição um canal para atendimento, o chamado Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). 

4. Evite compras online em computadores compartilhados 

Se possível, não fala compras online em lugares com computador ou internet compartilhados, como lan houses, cyber cafés ou redes públicas. Isso é porque as máquinas podem não estar protegidas o suficiente para evitar que alguém tenha acesso aos seus dados.  

5. Só acredite naquilo que você vê 

Quando receber um produto, avalie o estado da mercadoria antes de assinar o recebimento. Assim você pode devolver aquilo que comprou caso não esteja em bom estado. 

6. Desconfie de preços muito abaixo da média 

Tome cuidado com ofertas tentadoras enviadas por e-mail, SMS ou redes sociais, especialmente se forem de lojas que você não conhece. Preços muito abaixo da média podem ser indícios de fraude.  

7. Defina um limite para gastar na Black Friday 

Fazer uma lista dos produtos ou serviços que você quer comprar e estabeleça um limite para gastar com ele. Assim você evitar gastos além do previsto, que podem levar ao endividamento. 

Caí em uma cilada, e agora? 

Para qualquer data promocional do comércio valem as regras previstas no Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/1990). Isso também se aplica às compras pela internet.  

Se você tiver qualquer problema com a sua compra, o primeiro passo é procurar o Procon mais perto de você. Em alguns casos, também dá para registrar reclamações pela internet. 

Um canal que ajuda a resolver conflitos é o consumidor.gov.br . Esse serviço público permite que você converse com a empresa sem precisar de um processo administrativo ou judicial.  

Basta verificar se a empresa está cadastrada no site, fazer um cadastro e deixar a sua reclamação. A empresa tem até 10 dias para analisar e responder. 

Black Friday com cashback 

Um jeito de aproveitar ainda mais a Black Friday 2021 é recebendo dinheiro de volta nas suas compras. Quer saber como? 

É só acessar o Agi Compras, se cadastrar e aproveitar o cashback de até 65% em todas as compras. São mais de 400 lojas parceiras, incluindo Americanas, Shopee, Casas Bahia e até supermercados, como o Carrefour.   

Mas, se você quer entender melhor como o Agi Compras funciona, não tem problema. A gente explicou tudo aqui no blog, e você pode conferir neste link. Agora, se você quer entender melhor o que é esse tal de cashback, é só clicar aqui.  

%d blogueiros gostam disto: